Mobirise Site Builder

Pedrinho Tomé

Aos 44 anos, Pedrinho Tomé vendeu o carro e um terreno em Campinas, comprou uma casa em Serra Negra e decidiu dedicar-se para valer à sua verdadeira vocação. O resultado foi a construção de uma divertida e barulhenta Disneylândia dos Robôs. Conhecido em Serra Negra dois anos depois por "Professor Pardal". Pedrinho, mesmo sem conhecimentos formais sobre eletrônica já projetou mais de 40 robôs e engenhocas de diversos tamanhos e com variadas funções, alguns deles inspirados em países de todo o mundo.
"Sou autodidata", afirma o ex-mecânico. 
"As idéias vem a qualquer hora; no banho, no café da manhã ou durante as compras", diz Pedrinho, Gaúcho de Passo Fundo - RS. Viúvo e pai de 3 filhos. "Se houvesse mais incentivos públicos, poderia inventar muitas coisas", afirma. O Inventor não costuma vender suas obras. "Não compensa financeiramente, nem contribui para me valorizar como profissional", acredita ele.

Entre os planos de Pedrinho Tomé está a construção de uma banda de robôs onde cada um toca um instrumento diferente, e a construção de um "Castelo Medieval".